ENVIOS GRÁTIS ATÉ 30 DE ABRIL (Compras Superiores a 50€) - Código de Compra: ENVIOS

Como pedir Orçamento para a Remodelação da sua Casa de Banho?

Escrito em 06 de Fev. de 2020

Como pedir Orçamento para a Remodelação da sua Casa de Banho?

Precisa de fazer uma remodelação na sua casa de banho e pedir orçamentos mas certamente que já está em pânico porque a visita de cada empreiteiro dá origem a uma nova versão de trabalhos/preços? Não consegue comparar os diferentes orçamentos porque todos têm quantidades e soluções diferentes? 

O problema comum é: avançar para uma fase de pedido de orçamentos sem uma ideia final completamente fechada, pormenorizada e quantificável. Para que não caia numa situação deste género, vamos ensinar-lhe um método infalível para acabar com: orçamentos excessivos e/ou incompletos que dão origem aos famosos "Trabalhos a Mais" durante o decorrer das obras.

Vamos então ensinar passo a passo como elaborar um documento que entregará a cada empreiteiro para orçamentação, o chamado "Mapa de Quantidades". Assim, todos os candidatos deram preço considerando o mesmo fundamento. 

MAPA DE QUANTIDADES - Remodelação de Casa de Banho

1) Escolher todos os materiais necessários. Normalmente esta fase é morosa, pelo que começe de antecedência e calmamente. Escolha cada um dos elementos e guarde para cada caso: marca, modelo, referência e cor. Terá de escolher os seguintes elementos: Sanita, Bidé, Lavatório, Base de Duche ou Banheira, Torneiras, Revestimento de Pavimento, Revestimento de Parede, Espelho de Lavatório, Iluminação de teto, Iluminação de Espelho (se aplicável), Placa de Descarga do Autoclismo caso as louças sanitárias sejam suspensas, móvel de Lavatório, móveis auxiliares de arrumação / decoração, Toalheiros, Balde do Lixo. 

No momento da escolha dos elementos é importante ter em atenção as condicionantes existentes: 

- Se pretende fazer canalização nova para rede de àguas e esgotos, o modelo de Louças Sanitárias não tem qualquer condicionante. No entanto, se quiser manter os mesmos pontos de água e esgoto é fundamental manter a posição de todos os elementos e medir as distância do cano do esgoto da sanita à parede para escolher o modelo com as mesmas características;

- Se pretende trocar uma banheira por uma base de duche, sem praticamente alterar a canalização. É importante escolher uma base de duche com uma altura suficientemente alta (7cm) para que possa garantir uma inclinação do tubo que permita bom escoamento. As bases modernas com espessuras até 3cm para canalizações já existentes são de dificil aplicação e manutenção. A inclinação é pequena e existe maior probabilidade de entupimentos com cabelos e com pressão de água elevada (transbordos);

- Se pretende manter a mesma canalização, as torneiras não poderão ser de parede. O mecanismo interior das torneiras de parede têm que ser cravadas no interior da parede. Esta é portanto uma boa opção para remodelações com tubagem nova, abertura de roços em paredes de tijolo ou paredes novas de pladur;

- Para colocação de louças sanitárias suspensas, é necessário colocar no interior da parede uma estrutura de suporte / autoclismo. Assim, para paredes existentes a única forma é fazer uma nova parede em pladur afastada da existente para colocação destas estruturas, quer em sanitas quer em bidés. Conte pelo menos com 20cm "roubados" ao espaço existente;

- Quanto aos revestimentos de paredes, não é necessário a sua remoção. Os novos revestimentos podem ser fixados sobre os existentes apenas com recurso a uma cola especial de aplicação. Tenha só em atenção a espessura de folga que tem no aro da porta pelo interior. Caso a casa de banho não seja de grandes dimensões, podem considerar-se revestimentos com espessuras mais pequenas para que não se note tanto. No entanto, as cores mais claras são sempre uma optima solução para estes casos bem como os novos materiais com espessuras de milimetros;

- Quanto aos revestimentos de pavimento, é muito importante perceber a altura que tem por debaixo da porta de entrada da casa de banho. Se tem ou não folga para a colocação de um novo cerâmico. Tem sempre a solução dos revestimentos de 5mm existentes no mercado ou a opção de colocação de pavimento em vinyl com protecção à água. Existem inúmeras soluções com acabamentos lisos ou com textura e formato de réguas de madeira;

2) Após escolher todos os materiais necessários e de ter feito a lista completa, é o momento de calcular as quantidades de cada elemento escolhido. Estas quantidades servirão para a compra dos materiais mas também para estimar o valor de aplicação / execução de cada trabalho relacionado.

- Sanita, Bidé, Lavatório, Base de Duche ou Banheira, Torneiras, Espelho de Lavatório, Iluminação de teto, Iluminação de Espelho (se aplicável), Placa de Descarga do Autoclismo caso as louças sanitárias sejam suspensas, móvel de Lavatório, móveis auxiliares de arrumação / decoração, Toalheiros, Balde do Lixo: elementos quantificados à unidade;

- Revestimento de Paredes: estes elementos são quantificados ao m2. Para chegar ao número de m2 a aplicar, basta multiplicar o Pé Direito pela soma do comprimentos das 4 ou mais paredes. Pode ainda retirar-se a área de portas e janelas exstentes. Se tiver escolhido revestimentos diferentes para cada parede. Terá que repetir o processo quanto o número de revestimentos escolhidos. É importante considerar mais 10% de material, considerando que podem existir muitos cortes de peças. Quanto maior o tamanho das peças maior o desperdício. NOTA: É importante considerar a cola de aplicação na encomenda;

- Revestimento de Pavimento: estes elementos são quantificados ao m2. Para chegar ao número de m2 a aplicar, basta multiplicar a largura pelo comprimento do chão. Pode ainda retirar-se a área da base de duche ou banheira. É importante considerar mais 10% de material, considerando que podem existir muitos cortes de peças. Quanto maior o tamanho das peças maior o desperdício. NOTA: É importante considerar a cola de aplicação na encomenda;

- Iluminação de Teto: conforme tenha tecto falso ou não, poder-se-á escolher vários focos de encastrar ou não. O teto falso é fácil de executar e uma nova e boa iluminação é fundamental em qualquer espaço renovado.

3) Depois de quantificar os materiais, é o momento de calcular as quantidades para cada Trabalho a executar (por ordem temporal de execução). 

- Remoção de Louças Sanitárias e todos os elementos existentes - 1 VG (Valor Global)

- Remoção de Revestimentos Cerâmicos Existentes, caso aplicável - (medir m2 de revestimento a remover, medição em tudo semelhante ao explicado para a compra dos novos revestimentos);

- Alteração de Canalização (Água e Esgoto), caso aplicável - explicação sucinta do que se pretende alterar;

- Execução de Teto em Pladur - m2 (medir largura e comprimento do espaço);

- Execução de Parede Nova para colocação de louças sanitárias suspensas, caso aplicável - m2 (multiplicar altura por comprimento de parede);

- Aplicação de Base de Duche / Banheira - 1 VG (Valor Global);

- Aplicação de revestimento de Pavimento - m2 (considerar medição de material de revestimento);

- Aplicação de revestimento de Paredes - m2 (considerar medição de material de revestimento);

- Pintura de teto (pladur ou existente) - m2 (considerar medição de teto em pladur);

- Assentamento de Louças Sanitárias, Móveis, Torneiras, Espelhos, Toalheiros - 1 VG (Valor Global);

- Aplicação de Candeeiros / Iluminação - - 1 VG (Valor Global).

4) É o momento de juntar trabalhos (Ponto 3) e materiais (Ponto 2)  tudo num ficheiro editável para que todos possam alterar o valor unitário e final para cada item. O mais prático é o formato EXCEL.

5) Com um ficheiro de Excel preparado, basta enviar aos empreiteiro que previamente escolher. Quando receber as respostas, estará a analisar todos os candidatos no mesmo pé de igualdade e com a mesma clareza.

BOA SORTE E FELIZ REMODELAÇÃO! 

info@bricodecor.pt


×